Jornal Rio grande

Safra do camarão anima pescadores e consumidores em Rio Grande

  • Assessoria PMRG
  • 05/02/21 as 14:19

n/d

n/d

Fotos: PMRG

A abertura oficial da safra do camarão, que aconteceu na última segunda-feira (1º), movimentou desde então a comercialização do crustáceo no município. Na manhã de hoje (5), mesmo com    garoa, foi possível ver a intensa movimentação de compradores que procuravam pelo produto nas docas do mercado.

A rotina diária do trabalho de pesca do camarão se inicia ainda na madrugada, com a ida dos barcos à lagoa para captura, e depois com volta dos pescadores e o descarregamento do que foi pescado logo no começo da manhã, para a venda. Em entrevista, o pescador Tarciso Ruas comentou sobre a rotina da atividade. “Saímos diariamente para fazer a pesca por volta das cinco da manhã e voltamos da lagoa no início do dia. Essa noite, mesmo com pouca rede, consegui pescar 48kg de camarão.”, comentou o pescador.

Tarciso também falou sobre as condições da lagoa e sobre sua expectativa em relação a safra e comercialização do camarão. Segundo o pescador, até o momento a movimentação de vendas está indo bem.“ Os preços estão acessíveis, o camarão está bonito e com tamanho bom. Acredito que este ano a safra será promissora. A água salgada entrou na lagoa no momento certo, tivemos pouca chuva e com o nível da lagoa baixo, temos boas expectativas.”, completou.

O camarão está sendo comercializado com casca pelo preço de R$5,00 a R$12,00 ou descascado, no valor entre R$25,00 e R$30,00. Quem transita próximo às docas do mercado, além de se deparar com diversos vendedores do crustáceo, também verá a atividade de descasco do camarão.

Rafael Chaves, que trabalha com o processo de limpeza do produto, falou sobre a quantidade que é descascada diariamente: “Dependendo do movimento, por dia, nós pegamos de 60 a 80 kg de camarão para descascar. Isso depende da quantidade trazida pelos pescadores, de como foi a noite de pesca e se o clima está bom. Os barcos encostam aqui por volta das 7h e a partir disso começamos a descascar para aquelas pessoas que preferem comprar o camarão já limpo.”, disse ele.

O período de pesca autorizada do camarão vai até o dia 31 de maio. A comunidade poderá encontrar o produto sendo comercializado em locais como peixarias, por pescadores e vendedores que ficam próximos às docas do mercado público e também em bancas espalhadas por bairros do município.

Segundo os comerciantes, o produto tem sido bastante procurado pelos rio-grandinhos e até mesmo por pessoas de fora da cidade. O munícipe Dejair Silva Furtado afirmou que o camarão é um alimento bastante consumido pela família. “Lá em casa todos gostamos de camarão. Preparamos com arroz, com massa e abóbora e vamos fazendo para o consumo no dia a dia. Em relação aos preços eu achei bem acessível e faz com que a gente venha, quando abre a safra, comprar uma quantidade para o consumo durante um período bom”, complementou Dejair.

De acordo com a Secretaria Municipal da Pesca, até 2020, em Rio Grande, cerca de 3 mil famílias estavam envolvidas no setor da pesca artesanal. Assim como para os pescadores, a expectativa do Executivo Municipal em relação à safra anual também é positiva. É esperada a pesca de 3 mil toneladas de camarão em 2021.

Nas docas do mercado a venda acontece a partir das 7h até por volta das 12h. Na Semana Santa, a comercialização acontecerá durante todo o dia.

  • Compartilhar