Jornal Rio grande

Nova variante do vírus põe em alerta autoridades municipais

  • Assessoria
  • 17/02/21 as 17:33

 

 

n/dA Secretaria de Município da Saúde (SMS) já se prepara para enfrentar a possível chegada de nova variante do vírus da Covid-19. Esse foi um dos principais assuntos na reunião semanal do Comitê Municipal Técnico em Saúde, que teve como base um alerta epidemiológico emitido pela Equipe de Vigilância das Doenças Transmissíveis da Diretoria de Vigilância em Saúde (EVDT/DVS) de Porto Alegre. Essa preocupação foi repassada a todos os municípios gaúchos pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

No Rio Grande a secretária Zelionara Branco reforçou a necessidade de serem retomados os cuidados com os sintomas da Covid-19 e chamou atenção para as pessoas que estão retornando de viagens: “É importante procurar o serviço de Saúde quando identificar algum sintoma”.

A SMS no Rio Grande está em alerta para identificar precocemente os casos suspeitos, especialmente em pessoas vindas de áreas onde já existe a nova circulação viral. Os serviços de Saúde deverão realizar testes, rastrear os contatos domiciliares e isolar os casos suspeitos.

Zelionara Branco diz que a população pode auxiliar os órgãos municipais de Saúde mantendo os cuidados de prevenção. “Se for viajante, ficar alerta ao surgimento de sintomas, principalmente respiratórios, e procurar o serviço de Saúde para avaliação. Além disso, é preciso manter o distanciamento social e obedecer ao isolamento domiciliar quando indicado.”

Indagada se a frequência de público no Cassino, em função do veraneio e do próprio Carnaval, é outra preocupação para o município, a secretária respondeu que sim. Para ela, “eventos como esses tendem a interferir na curva de novos casos, aumentando a transmissão e novas ocorrências”.

 

O alerta epidemiológico

 

Da capital gaúcha, o alerta é direcionado, basicamente, aos profissionais de Saúde quanto ao atendimento a casos suspeitos de Covid-19 provenientes de regiões que possuem transmissão comunitária de Variantes de Atenção (VOC) do Sars-Cov-2 (novo coronavírus): Reino Unido (VOC 202012/01), África do Sul (501Y.V2) e região Norte do Brasil, onde alguns estados já possuem transmissão comunitária da Variante de Atenção P.1.

No atendimento desses casos, a notificação para a EVDT, em Porto Alegre, deve ser feita de forma imediata, para que as medidas de controle epidemiológico possam ser implementadas. Na confirmação de infecção, por exame de RT-PCR, a EVDT solicitará amostra, para envio ao LACEN/RS, visando ao sequenciamento genômico.

Pacientes suspeitos de infecção pela Variante de Atenção – e todos os seus contatos próximos – devem ser fortemente orientados quanto à importância de cumprir isolamento durante todo o período de transmissão.

 

Roger da Rosa

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura.

  • Compartilhar