Jornal Rio grande

Rio Grande se mantém em bandeira vermelha e aguarda mais vacinas

  • Assessoria
  • 23/02/21 as 0:10

n/d

Assim como o Governo do Estado definiu para a região 21 a aplicação da bandeira vermelha de distanciamento social, o Comitê Técnico Municipal em Saúde recomendou a mesma indicação de cor da bandeira para o município do Rio Grande. A cidade seguirá até a próxima segunda-feira, 1º de março, com essa bandeira e atendendo os protocolos de distanciamento social controlado aplicado pelo modelo papareia.

O anúncio da bandeira ocorreu durante uma transmissão pela página da Prefeitura no Facebook, no começo da noite desta segunda-feira, 22, e foi realizado pelo prefeito Fábio Branco. Ele esteve acompanhado pela secretária de município da Saúde, Zelionara Branco, que comentou, também, sobre a aplicação de vacinas contra a Covid-19 no Rio Grande e a preocupação levantada pelo governo estadual em relação à ocupação dos leitos para UTI, em várias regiões, inclusive com muitos municípios estando em bandeira preta, isto é, com alto risco de contaminação e de esgotamento do sistema de atendimento nos hospitais.

A transmissão pela Internet durou pouco mais de meia hora. A secretária da Saúde explicou que a reaplicação da bandeira vermelha no município significa que houve mais pessoas circulando com a doença, mais internações e mais óbitos do que havia há uma semana. Além disso, foi considerado o quadro estadual, em que 11 regiões, incluindo a Capital estão em bandeira preta. “O comportamento aqui está lento (comparando com outras regiões), mas já está com tendência a aumentar”, alertou a secretária. Durante a transmissão, ela comentou que, mesmo vacinadas, as pessoas precisam manter os cuidados.

Ao abordar a medida do Governo do Estado de restringir a circulação em todo o Rio Grande do Sul, até a próxima terça-feira, 2, o prefeito disse que é uma tentativa de minimizar o risco de transmissão em vários municípios.  Sobre essa determinação, Zelionara lembrou que, desde sábado, 20, data em que passou a vigorar o decreto do governo estadual, foram realizadas orientações em estabelecimentos comerciais e solicitada a colaboração de lojistas na cidade. O prefeito Fábio Branco agradeceu a compreensão do setor do comércio que está entendendo a gravidade da situação.

                                                                      

Vacinas

Há pouca vacina disponível, informou Zelionara Branco. Em torno de 30% dos idosos com 85 anos ou mais e somando os acamados e domiciliados dessa faixa etária, são 1.680 que já receberam a vacina. Por outro lado, 70% dos profissionais da Saúde, também, foram vacinados. “Estamos tentando fechar os grupos prioritários”, afirmou Zelionara.

No próximo dia 25, o Ministério da Saúde divulga nova liberação de doses aos estados. “Saberemos quantas doses vão ser distribuídas para Rio Grande, mas não deve ser um número muito grande, infelizmente”, lamenta a secretária.

 

Expectativa

Na semana passada, não foi enviada nenhuma nova dose da vacina para o município. Fábio Branco comentou que tem acompanhado e participado de várias reuniões com prefeitos e com o Governo do Estado, buscando ampliar o número de vacinas para a região.

“É importante que as pessoas tenham a consciência e se cuidem. Queremos mais vacinas e elogiamos o trabalho dos profissionais, incansáveis nesse momento de pandemia. Temos colocado a infraestrutura de escolas municipais e outros locais para a aplicação das doses”, disse o prefeito.  A secretária lembrou que, após quase um ano de pandemia, “temos enfrentado as dificuldades e tentamos minimizar os efeitos”.

A secretária disse, ainda, que toda a logística usada no último mutirão da Prefeitura para vacinar foi para evitar o deslocamento das pessoas para outras unidades de Saúde distantes das próprias residências. No mutirão realizado pela SMS, “fizemos toda a logística para atender melhor as pessoas”, recordou a secretária.

Antes de finalizar, o prefeito e a titular da Secretaria agradeceram a colaboração de vários órgãos e entidades que tem auxiliado a administração municipal no enfrentamento à pandemia. Para quem deseja ser voluntário em outras ações, deve entrar em contato pelo Telecovid (0800- 6424650).

 

 

Roger da Rosa

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura.

 

  • Compartilhar