Jornal Rio grande

Cardiologia é destaque em cirurgia de ponte de safena

  • Assessoria
  • 23/02/21 as 19:13

 

n/dUm artigo publicado no periódico americano de cardiologia cirúrgica, Journal of Cardiac Surgery (JCS), escrito por estudiosos da área, levantou dados que indicam o Hospital de Cardiologia da Santa Casa do Rio Grande como o sexto hospital com o menor índice de mortalidade em cirurgia de Revascularização do Miocárdio (popularmente conhecida como
cirurgia de Ponte Safena) em âmbito nacional. O estudo, intitulado “Coronary artery bypass graft surgery in Brazil from 2008 to 2017”, teve como objetivo realizar uma avaliação dos resultados desta modalidade cirúrgica no Sistema Único de Saúde (SUS).

A cirurgia de revascularização do miocárdio é uma “reconstrução” dos vasos que levam o sangue para nutrir o músculo do coração, Ela usa uma parte da veia safena da perna para desviar sangue da aorta para as artérias coronárias. São também utilizadas as artérias radial e mamária. Das 1.234 cirurgias realizadas no período de 2008 a 2017 no Hospital de Cardiologia, foram registrados 24 óbitos, sugerindo um índice de mortalidade de apenas 1,94%. Desta forma, a instituição foi enquadrada como a sexta do país com menor índice de mortalidade nesta modalidade e a cidade do Rio Grande na segunda colocação do país e a primeira do Rio Grande do Sul.
Para o diretor técnico do Hospital de Cardiologia e Oncologia, Dr. Evandro Augusto Oss, “são resultados importantes construídos baseados em condutas médicas aprimoradas diariamente. A equipe de cardiologia tem uma identidade própria na forma de tratar os pacientes, que sempre acompanha as mudanças no mundo da medicina e compartilha suas experiências com outros serviços. Essa é uma conquista de muitas mãos, tendo em vista que esse processo não é construído apenas dentro do bloco cirúrgico. Existe uma gama de setores e profissionais envolvidos. Diante disso, reforçamos as intenções de passarmos por todas as adversidades a fim de manter o mesmo nível e aprimorar cada vez mais o serviço”.
O Hospital de Cardiologia é referência para região Sul do Rio Grande do Sul e realiza mais de 2.400 atendimentos por ano. Dentre os serviços oferecidos estão: entrada da emergência, internações, tratamento em Unidade de Terapia Intensiva Cardiológica, exames de ecocardiografia, eletrocardiograma, holter, ergometria, hemodinâmica (cateterismo e
angioplastia), atendimentos ambulatoriais e cirurgias de miocárdio, aorta, válvulas, doenças congênitas em adultos, marca-passo, etc.

Assessoria de Comunicação.

  • Compartilhar