Jornal Rio grande

Prefeito começa a dialogar com a comunidade visando a desburocratização

  • Assessoria
  • 26/02/21 as 22:36

n/d

Nesta sexta-feira, 26, o prefeito Fábio Branco deu início a uma série de reuniões que pretende promover com vários setores do município, a fim de destravar o atendimento e reduzir a desburocratização nos serviços proporcionados pela Prefeitura. “Diálogos com Rio Grande” é como vão ser conhecidas essas conversas.

A ideia é, através do diálogo com quem demanda os serviços da Prefeitura, buscar alternativas para oferecer um atendimento mais eficiente da parte do poder público municipal. As discussões foram divididas em três áreas: Fazenda, aprovação de projetos urbanísticos e meio ambiente.

Na primeira conversa, feita de forma virtual, o prefeito conversou com representantes de entidades ligadas ao setor da Fazenda (contabilistas, contadores, peritos). Ele explicou, junto com o secretário da pasta, Cristian Kuster, a proposta do Executivo com essas discussões e ouviu as demandas do setor.

Fábio Branco lembrou que havia um sistema de desburocratização no município, mas não avançou. “Queremos retomar esse trabalho. Nosso desejo é efetivar e definir prazos para que isso ocorra.”

Em função da pandemia, o prefeito não descarta que o atendimento ao público na área da Fazenda possa ser feito, também, de forma virtual. Sugeriu, ainda, o atendimento de contraturno, o que deve ocorrer, a princípio, com um ou dois guichês. O secretário da Fazenda informou que está em estudo o atendimento por meio de agendamento, a exemplo do que ocorre com a Receita Federal. Recepção de documentos, via e-mail ou WhatsApp devem permanecer.

Até segunda-feira, 1º de março, a Secretaria da Fazenda deve encaminhar ao Sindicato dos Contabilistas Sul, em Rio Grande, novas alternativas de atendimento. O presidente do Sindicato, Carlos Souto elogiou a iniciativa do Executivo e apresentou uma série de demandas que foram repassadas à Secretaria da Fazenda.

O delegado do Conselho Regional de Contabilidade, Márcio das Neves, falou sobre a importância da liberdade econômica para destravar a burocratização e sugeriu uma discussão mais aprofundada sobre educação empreendedora. 

 

Zerar a utilização de papel

Alguns serviços não devem esperar até o final do ano para começaram a funcionar de forma mais ágil. Um deles, citado pelo secretário da Fazenda, é o ITBI on line (Imposto sobre Transmissão de Bens Móveis), que dentro de duas semanas deverá ser implantado. Consulta de dívida ativa de IPTU, ISSQN e Certidão Negativa são outros serviços que poderão ser consultados, também, dentro de duas semanas e via celular. Cristian Kuster informa que um dos desafios da SMF é zerar a utilização de papel em três anos.

Além do prefeito, do secretário da Fazenda, do presidente do sindicato dos contabilistas e do delegado do Conselho Regional de Contabilidade, participaram do “Diálogos com Rio Grande” o representante da Federação dos Contabilistas, Flávio Figueiredo; o representante dos peritos contábeis, Paulo Lenine Soares Carvalho e a representante do Sindicato dos Contabilistas, Ivone Araújo.

 

Novas conversas

Para a próxima semana, a conversa envolverá a Secretaria de Município de Coordenação e Planejamento (SMCP) e o a desburocratização para aprovar projetos urbanísticos. A última conversa será com o setor do Meio Ambiente.

                                                                              

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura

 

  • Compartilhar