Jornal Rio grande

Nova operação de Combate ao Abigeato é realizada na região

  • Assessoria
  • 27/02/21 as 18:05

n/d

Nesta sexta-feira, 26, foi realizada a 11°edição da Operação Avante Combate ao Abigeato, que visa combater esses crimes nos municípios da região de ação do CRPO Sul.

Com amplo levantamento de inteligência e planejamento operacional dos comandantes de frações locais da BM, através da coordenação do CRPO Sul e em conjunto com a Vigilância Sanitária, Inspetoria Veterinária, Patrulha Ambiental, fiscalização agropecuária, os policiais militares do 4° BPM, 6° BPM e 30° BPM e 3°BPAF, realizaram atividades de fiscalização a estabelecimentos comerciais que trabalham com produtos de origem animal além de ações de patrulhamento e visibilidade nos seguintes municípios: Pelotas, Arroio do Padre, Capão do Leão, Canguçu, Cerrito, Morro Redondo, Pedro Osório, Pinheiro, Machado, Piratini, Jaguarão, Arroio Grande, Camaquã, Tapes, Dom Feliciano, São Lourenço do Sul, Cristal e Rio Grande.

No total foram apreendidos 595 quilos de carnes e outras mercadorias sem procedência e sem condições para o consumo.

Na BR 293, no local conhecido por Capela da Buena, município do Capão do Leão, foi presa uma mulher. Na propriedade foram apreendidos 1 revólver calibre 32, duas armas longas, munições de diversos calibres e aproximadamente 50 quilos de carne de cavalo. Os policiais também encontraram restos dos animais abatidos. 

A operação contou com 106 policiais militares, agentes da Vigilância Sanitária, inspetoria veterinária e 41 viaturas das instituições envolvidas. 

Com as apreensões realizadas nesta sexta-feira, em onze edições já somam aproximadamente 12 toneladas de carne e outras mercadorias apreendidas.

As ações e resultados da operação visam coibir a comercialização de carnes sem procedência, alguns produtos que não atendem aos requisitos sanitários ou que apresentam outras irregularidades.

A Operação Avante Combate ao Abigeato terá continuidade, visto os resultados positivos na preservação da saúde pública. 

Texto: soldado Taiara Cabreira/ Comunicação Social do CRPO Sul

  • Compartilhar