Jornal Rio grande

Fatos e coisas de antanho

  • Jornal Rio Grande
  • 06/11/20 as 4:34

n/d

Coluna fundada por  Manoel  Pinto Ferreira Junior

Dia 6 de novembro

1851 – O diretor do Colégio Instrução Primária e Secundária, tendo de retirar-se temporariamente desta cidade a fim de restabelecer a sua saúde, deixa em seu lugar pessoa suficientemente habilitada, com o qual todos os srs. Pais de família poderão entender-se.

1853 – O “Hotel Americano”, na rua da Praia, que se acha muito bem conceituado, acaba de alugar o lance de sobrado anexo para, assim, melhor oferecer aos seus fregueses ampla liberdade.

1855 – Um estrangeiro habilitado para o ensino do jogo de espada, tanto a pé como a cavalo, o que por alguns anos já exerceu em diferentes lugares da campanha, e sempre à maior satisfação de todos, propõe-se a dar lições nesta cidade. Quem quiser usar do seu préstimo pode procurá-lo na sua residência, à rua Direita nº 40, das 9 horas até o meio-dia. Seria supérfluo dizer uma palavra mais sobre a utilidade e necessidade deste jogo nesta província.

1861 - Luiz Lopes Ferreira, com loja de alfaiate na rua da Praia nº 69, roga aos srs. J.A.G.F. e M.J.N. que, quanto antes, venham pagar seus débitos, pois do contrário se verá forçado a publicar por extenso seus nomes pelos jornais da cidade.

1867 - Evaristo Christovão de Campos fez a esmola de 100$ para ser aplicada em favor dos Expostos da Santa Casa de Misericórdia desta cidade.

1875 – Pela Câmara Municipal foram nomeados Dr. Carlos Augusto Flores, Evaristo Ferreira Nunes e Marcelino Martins Garcia para gerenciarem donativos para ser erguida na capital da província uma estátua ao Conde de Porto Alegre.

1914 – Quando os clubes esportivos Rio-Grandense e União Fabril disputavam um “match” de “foot-ball”, caiu ao solo José Martinotti, de 23 anos, casado, tendo fraturado a perna esquerda, pouco acima do tornozelo. Conduzido para a sua residência, à rua General Abreu nº 44, foi atendido pelo Dr. Diego Sparvoli.

1942 – Segunda-feira, às 8,30 horas, partirá do Doca do Mercado uma lancha conduzindo as autoridades civis e militares a fim de inaugurarem a escola recentemente construída na Torotama. Aos convidados será servido churrasco regado a vinho e chopp.