Jornal Rio grande

"Tem que deixar de ser um país de maricas", diz Bolsonaro sobre pandemia

  • Redação JRG
  • 10/11/20 as 19:41

n/d

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Discursando durante cerimônia na tarde desta terça-feira, 10, o presidente Jair Bolsonaro disse que o brasileiro tem que "deixar de ser maricas" e "encarar a pandemia de peito aberto". "Tudo agora é pandemia", prosseguiu Bolsonaro, em tom de queixa. O presidente reclamava pela veiculação de notícias sobre uma possível segunda onda da doença na Europa. "Começam a amedontrar o brasileiro com isso", concluiu. Desde outubro, uma série de países europeus voltou a adotar medidas restritivas para enfrentar uma nova disseminação do vírus.

Apesar da aspereza do discurso, em seguida o presidente lamentou pelos mortos e disse que "não adianta fugir da realidade" e que "todos nós vamos morrer um dia". Claramente incomodado, Bolsonaro disse ainda não ter paz e reclamou da cobertura da imprensa.

O Brasil chegou, hoje, a 162 mil óbitos pela covid-19 e é o segundo país com mais mortes. atrás apenas dos Estados Unidos. Em Rio Grande, até o momento 136 pessoas morreram vitimadas pela doença.