Jornal Rio grande

Rio Grande terá novo espaço de lazer e esporte no antigo CEU Jockey Clube

  • PMRG
  • 15/12/20 as 14:17

Já está em fase de entrega a obra de construção da Estação Cidadania Cultura Lagoa dos Patos, que inicialmente recebia o nome de CEU Jockey Club. A Prefeitura do Rio Grande, por meio do Gabinete de Programas e Projetos Especiais (GPPE), tem acompanhado o avanço das ações. Atualmente restam apenas alguns detalhes para que o local possa iniciar suas atividades e a inauguração está agendada para dia 19 de dezembro, mas sem atividades presenciais. Para a data, está sendo preparada uma live, quando será feito o lançamento de um vídeo comemorativo, produzido com a participação dos membros do grupo gestor que vem desenvolvendo as atividades no local

Para a construção do equipamento foram investidos R$ 2.287.678,68, recursos do PAC e FINISA.  Com uma área de 3.000 m², ele está localizado na Rua Pedro de Sá Freitas, nº 270, esquina com a Rua das Cocheiras no Bairro Vila Braz. O espaço é composto por dois edifícios multiuso nos quais estão inclusas salas para atendimento de uma unidade de referência em assistência social, salas multiuso, biblioteca, telecentro e cineteatro. Na parte externa, existem várias estruturas para esporte e lazer, como quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground e pista de caminhada.

n/d

n/d

A gestora do GPPE, Darlene Pereira, explicou que o espaço é integrado pelas secretarias de Cultura, Esporte e Lazer, Cidadania e Assistência Social e Educação, e reforçou a importância que o equipamento tem para toda a região onde está inserido. “ Para nós é uma grande satisfação, foi um projeto pelo qual nós batalhamos muito. Trabalhamos muito para vencer os obstáculos que surgiram e vencemos todas as etapas necessárias para a concretização deste projeto. A conclusão dessa obra é muito importante, pois fica numa região onde não existiam espaços como esse, que vai contemplar tanto o esporte, lazer e cultura quanto a assistência para a comunidade, já que vai atender diretamente aqueles bairros do entorno”, disse. Ela ainda ressaltou a importância da participação dos moradores da região junto ao equipamento público.  “O grande destaque é a participação da comunidade, o envolvimento no acompanhamento da obra e na organização dos serviços que vão ser oferecidos ali”, acrescentou.

A mudança do nome do espaço, anteriormente conhecido como Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) Jockey Club, ocorreu em função das alterações feitas a nível federal. O Ministério da Cultura, responsável inicial do recurso, passou a funcionar como Secretaria Especial, vinculada ao Ministério do Turismo. A nomenclatura de Estação Cidadania Cultura foi proposta pelo Ministério da Cidadania, que assumiu a responsabilidade pela obra.
 

Mobilização social com os moradores da região

Desde 2018, a Prefeitura tem realizado intenso trabalho de mobilização social, com atividades como reuniões e oficinas de formação do Grupo Gestor com a comunidade, pensadas para o planejamento participativo do uso dos espaços e com o objetivo de promover a gestão compartilhada do equipamento público. Esse Grupo Gestor é composto por representantes da sociedade civil organizada (associações, ONGs, por exemplo), representantes dos moradores da região e também pelo poder público, representado por membros das secretarias envolvidas com o projeto.

Durante esse processo, foi instituída uma Comissão de Acompanhamento de Projeto (CAP), também formada por moradores da região e servidores municipais. Segundo a coordenadora da Estação Cidadania Cultura Lagoa dos Patos e integrante do Grupo Gestor, Patricia Votto Gomes, a comissão teve importante atuação no acompanhamento da obra, auxiliando na preservação do local, participando das reuniões e desenvolvendo o pertencimento da comunidade em relação ao equipamento.

Em função dos protocolos de prevenção referentes à pandemia de Covid-19, em 2020 as reuniões foram feitas de forma virtual. Ainda conforme Gomes, isso não diminuiu o interesse da comunidade. “Foi elaborado, inclusive, o Regimento Interno do local, foram indicados os membros do Grupo Gestor, e tomadas outras decisões de forma coletiva. Também em uma das reuniões foi escolhido o nome do local: Estação Cidadania Cultura Lagoa dos Patos”, revelou a coordenadora. 

Na última quinta-feira (10), foi iniciado o grafite na Estação Cidadania Cultura Lagoa dos Patos. A ação foi planejada para retratar as características sociais, esportivas e culturais do local, inclusive com uma homenagem ao músico rio-grandino  Beto Federal, a qual foi aprovada por unanimidade em reunião da CAP. Além de Beto Federal, os nomes das demais salas também serão homenagens para personalidades locais, informações que serão divulgadas em breve.