Jornal Rio grande

Alexandre e o PIB: "Vale a pena investir no Rio Grande"

  • Ique de la Rocha
  • 18/12/20 as 10:04
n/d
Alexandre Lindenmeyer. Foto: Prefeitura do Rio Grande

Ao comentar para o jornal Rio Grande o fato do Rio Grande ter sido um dos poucos municípios a registrar aumento do seu Produto Interno Bruto (PIB), em 2018, e de ter conquistado o segundo maior aumento entre todos os gaúchos, abaixo apenas de Caxias do Sul [ver notícia], o prefeito Alexandre Lindenmeyer (PT) disse que essa condição “é bastante significativa. Não por acaso que para 2021 vamos ter um incremento de ICMS. A participação do município no bolo da divisão do Rio Grande do Sul passará de 1,71% para 1,78%.”.

O Chefe do Executivo salienta que “comemoramos a elevação do PIB, que é fruto não somente das iniciativas da Prefeitura, mas principalmente pela pujança de nossa cidade. Somos um polo logístico importante, com nosso grande porto, a indústria tem uma participação importante, a refinaria Riograndense trabalha praticamente a pleno, tem a parte de energias renováveis, a área de biomassa gerada por toda a extensão de terras do polo madeireiro, a agricultura extensivista mais a agricultura familiar, sem mencionar as áreas de comércio e serviços”.

Para ele “é um somatório de fatores e acho que os investimentos públicos também contribuíram muito para a elevação de nosso PIB. Temos aqui um polo de educação e um polo de saúde. Ao contrário do que dizem alguns, Rio Grande é uma cidade que vale a pena, uma cidade de oportunidades, que, mesmo em situações difíceis, tem oportunidades que outros municípios não tem e isso resulta em registrarmos um dos maiores PIB do Rio Grande do Sul”.

Segundo maior aumento e 5º PIB do RS

Na quarta-feira, 16, o Governo do Estado divulgou o ranking do Produto Interno bruto (PIB) dos municípios gaúchos, em 2018, que reflete a riqueza gerada nessas localidades. Caxias do Sul e Rio Grande foram os dois municípios que tiveram os maiores aumentos, respectivamente, 0,24 e 0,19.

Já no ranking dos dez municípios com maior PIB do estado, a liderança permanece com Porto Alegre (R$ 77 bilhões e participação de 16,9% no PIB do Rio Grande do Sul). Caxias do Sul ficou na segunda colocação com R$ 24,68 bilhões e participação de 5,4% na economia gaúcha, enquanto Rio Grande figura como o quinto maior PIB do estado: R$ 10,85 bi e participação de 2,4%.