Jornal Rio grande

FURG: ato solene marcou posse do novo reitor

  • Assessoria
  • 27/01/21 as 16:03

n/d

Foto: Divulgação

Na última terça-feira, 26, autoridades da universidade e representantes de entidades sociais participaram da cerimônia de transmissão de cargo; ato solene e simbólico que marca o início institucional da nova gestão administrativa da FURG. Na oportunidade, Danilo Giroldo recebeu o posto máximo de gestão pelas mãos da ex-reitora, Cleuza Maria Sobral Dias, que esteve a frente da instituição de 2013 a 2021. Giroldo, por sua vez, empossou Renato Duro Dias, para o cargo de vice-reitor, além dos oito novos pró-reitores e pró-reitoras e a chefe de gabinete.

O evento contou com transmissão ao vivo pelo canal da FURG no Youtube, uma vez que a cerimônia foi realizada com quórum reduzido, devido às medidas de prevenção impostas pela pandemia de Covid-19. Compuseram a mesa de honra o prefeito da cidade do Rio Grande, Fábio Branco, representando o executivo municipal das cidades em que a FURG possui campus; e o comandante do 5º Distrito Naval, vice almirante Henrique Renato Baptista de Souza. Também estiveram presentes o comandante do 6º Grupo de Artilharia de Campanha, tenente coronel Pedro Ivo Almeida Silva; e o presidente da Câmara dos Vereadores do Rio Grande, Filipe Branco.

Sobre o evento

Recepcionado pela ex-reitora, Cleuza Dias, que presidiu o começo da sessão, Danilo Giroldo adentrou ao auditório acompanhado pela sua Comissão de Honra, composta pelo Procurador-chefe aposentado da Procuradoria Federal/FURG, Cláudio Medina; pelo Museólogo e Diretor do Complexo de Museus da FURG, Lauro Barcellos; pela professora do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), Edelti Albertoni; e pela Técnica de Laboratório do ICB, Mirian da Silva Bicho.

Logo em seguida, foi passada a palavra para a ex-reitora fazer o seu pronunciamento. Na ocasião, Cleuza agradeceu a equipe administrativa e acadêmica que a acompanhou durante o período de sua gestão, além de ressaltar o momento adverso que perpassa o país – e o mundo -, nos últimos dez meses de crise sanitária. “Não tenho dúvidas de que eu e o Danilo marcamos uma nova etapa e um novo perfil de gestão, muito nosso. Tenho certeza de que todas ações que empreendemos juntos, nossa forma de ser, fez a diferença”, discursou.

Cleuza Maria Sobral Dias foi a primeira mulher eleita reitora da FURG. Em sua fala, contemplou esta e outras características do seu mandato. “Fizemos uma gestão sensível, democrática, participativa e transparente. Desde nossa primeira gestão, trabalhamos em um processo de produção coletiva”, aponta e completa: “A gestão da universidade é uma construção que pessoalmente mobilizou em mim, sentimentos de desafio e de dor, principalmente por assumir um lugar até então desconhecido. Mas também por ressignificar o lugar da mulher em meio a tantas cobranças que sofremos ao optar por uma posição de destaque em nossas carreiras profissionais."

Ao fim de sua fala, Cleuza parabenizou o novo reitor, oferecendo seu apoio e respeito profissional. “Danilo recebe de mim toda admiração e amizade que construímos juntos ao longo destes oito anos na reitoria da FURG. Eu desejo um mandato cheio de força e energia, para levar a universidade nesta travessia em defesa da educação pública, gratuita, laica e socialmente referenciada”, concluiu a ex-reitora.

Atos simbólicos

Como muitas cerimônias, a solenidade de Transmissão de Cargo envolve elementos simbólicos. Durante o ato solene, Danilo recebeu das mãos da ex-gestora, três símbolos atribuídos ao gestor máximo da universidade: a samarra ou pelerine, indumentária na forma de capa, solta sobre os ombros e presa à frente com alamares, a qual apenas o reitor pode usá-la na cor branca; o colar reitoral, medalhão com o escudo da universidade, que simboliza o cargo conferido ao reitor por seus pares do conselho universitário; e o capelo, chapéu privativo do reitor na cor branca, usado nas cerimônias de caráter oficial da instituição.

Posse da equipe administrativa

Em seguida, após a assinatura do termo de transmissão de cargo, Cleuza passou a presidência da sessão ao novo reitor, que, por sua vez, procedeu ao seu primeiro ato, empossando seu vice-reitor, Renato Duro Dias. Juntos, os gestores prosseguiram com a solenidade, empossando, agora, os novos pró-reitores e pró-reitoras: Sibele da Rocha Martins (Pró-Reitoria de Graduação), Daiane Teixeira Gautério (Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis), Lúcia de Fátima Socoowski de Anello (Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas), Danúbia Bueno Espíndola (Pró-Reitoria de Inovação e Tecnologia da Informação), Rafael Gonzales Rocha (Pró-Reitoria de Infraestrutura), Diego D’ávila da Rosa (Pró-Reitoria de Planejamento e Administração), e Eduardo Secchi (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação). Também foi empossada a Chefe de Gabinete do Reitor, Jacira Cristiane Prado da Silva.

Vice-reitor: uma carta à universidade pública

Em sua fala, o vice-reitor, Renato Duro Dias, leu uma carta de agradecimento à universidade pública, contemplando agradecimentos especiais para pessoas que marcaram sua trajetória, bem como, momentos e etapas de uma vida acadêmica e profissional dentro de uma instituição de ensino superior. “Fiz toda minha formação acadêmica em universidade pública e gratuita, inclusive quando realizei parte do meu doutorado em Portugal, com auxílio de uma bolsa da Capes, fruto de investimento público na formação de pesquisadoras e pesquisadores brasileiros”, destacou.

Renato há 20 anos atua na academia, quando ingressou como professor substituto na Universidade Federal de Pelotas (UFPel), e, logo em seguida, ingressando no quadro de docentes permanentes da FURG. “Uma universidade pública é assim, um artefato cultural, um produto histórico que se reinventa, que se ressignifica, se redescobre, e, a cada dia está pronta para começar tudo de novo. A universidade é um lindo lugar para construir sonhos, e assim tê-la como segunda casa”, comentou o vice-reitor.

Primeiro pronunciamento oficial do novo reitor da FURG

Finalizando a cerimônia, Danilo Giroldo, dirigiu-se ao púlpito para realizar o seu primeiro pronunciamento oficial enquanto reitor da universidade. O professor aproveitou os primeiros instantes para saudar os presentes, cumprimentando oficialmente todos que acompanhavam, presencialmente ou não, o decorrer do ato solene. “Infelizmente o contexto da pandemia nos impede de ter uma cerimônia com muito mais pessoas presentes, mas as autoridades que aqui estão carregam um simbolismo fundamental das relações institucionais da FURG e também da sua história administrativa”, comentou.

Danilo estabeleceu relações entre as pessoas presentes e o contexto da universidade, em diversos parâmetros e situações, enaltecendo a saudável relação da instituição com a sociedade, na busca pelo desenvolvimento dos municípios em que se faz presente, por exemplo, bem como, a capacidade de transformação social que a FURG proporciona; o perfil qualificado dos servidores, ou ainda, o carinho e o acolhimento tão institucionalizados nas pessoas que compõe a comunidade acadêmica.

O novo reitor entrou no auditório ao som de ‘Cuitelinho’, uma canção popular de autoria desconhecida que, segundo ele, representa suas raízes, sua família e uma tradição que segue fielmente com base nos significados de seus versos. “Ela representa a força da beleza na simplicidade e na humildade, valores que me guiam no espaço-tempo que ocupo. Simboliza também a migração e a saudade, elementos profundamente presentes na minha vida. Com ela, homenageio toda a minha família, especialmente a minha mãe, ao meu pai em memória, e aos meus irmãos que assistem hoje pela internet, bastante orgulhosos, tenho certeza”, completou.

Quanto aos desafios do cargo, Danilo citou o momento atual como principal agente. Para ele, um conjunto de fatores como a crise sanitária mundial, um ambiente político polarizado, uma crise fiscal de grandes proporções e um aprofundamento severo do quadro de vulnerabilidade social e ambiental compõe o pano de fundo no qual o ambiente universitário nacional se insere neste começo de década. “E é justamente nessa conjuntura, agravada pela pandemia, que a força das instituições de ensino superior e de pesquisa se mostrou presente”, disse o novo reitor.

Por fim, o gestor agradeceu o apoio de sua esposa e filhos, encerrando seu primeiro pronunciamento oficial enquanto reitor da FURG garantindo a superação das dificuldades, destacando o amor envolvido em cada ação empenhada em prol da universidade. “Tenho certeza de que todas as dificuldades recentes virão como um amálgama poderoso para unir as pluralidades em torno de um coletivo maior. Cumpriremos a nossa missão de forma plural e coletiva, tenho certeza. Muito obrigado”, concluiu.

Como ato final da noite, enquanto presidente da solenidade, Danilo declarou a sessão encerrada. Nesta quarta e quinta-feira, 27 e 28, serão empossados diretores e diretoras de unidades acadêmicas e administrativas, bem como assessores e representantes dos órgãos vinculados à reitoria.