Jornal Rio grande

Olha o Camarão!

  • Ique de la Rocha
  • 01/02/21 as 15:29

n/d

Nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, iniciou a safra do camarão. Milhares de pescadores em toda a Zona Sul do estado começam a atuar na Lagoa dos Patos e a expectativa é das melhores. Uma safra positiva irá significar geração de renda para muitas famílias, que aguardavam com ansiedade por este momento.

Neste primeiro dia o movimento foi considerado bom na volta do Mercado Municipal. Além dos feirantes nas Docas e dos comerciantes do mercado, outros comerciantes posicionavam-se próximo ao cais. Em outros anos se viu mais movimentação nesse primeiro dia, mas teve procura pelo crustáceo por parte da população.

Catiane Furtado reclamou. “Teremos uma safra boa, mas o valor de venda pequeno. Teremos mais serviço e pouco dinheiro”, disse ela, explicando que sempre que há quantidade o preço cai. Ela vendia o camarão com casca entre R$ 7 e R$ 10 o quilo.

O comerciante das Docas do Mercado, Irani Souza, vende o camarão descascado a R$ 25 o quilo. Para ele, “o primeiro dia foi bom e o pessoal está procurando. Souza observa que o tamanho do camarão também está bom.

Além dos comerciantes, as mulheres da família Chaves já são conhecidas e muito procuradas para descascar o camarão. Luiza presta este serviço há 36 anos. Cleusa e Elis também trabalham no mercado há bastante tempo. Elas podem ser encontradas nas Docas e cobram R$ 6 por quilo para tirar a casca do camarão. São muitos os clientes que compram o camarão com casca e entregam para elas fazerem o serviço. Cabe destacar que para ter 1kg de camarão sem casca será preciso comprar 2 kg com casca, porque a quebra é praticamente de 50%. Mas também vale a pena e elas acreditam que a safra será boa.  

Movimenta a economia

Se já não ouviu é bem provável que o rio-grandino comece a ouvir, nos próximos dias, os gritos de “Olha o camarão!” pelas ruas. São os pescadores da cidade que nessa época do ano dedicam-se à captura do crustáceo, liberada desde este dia 1º de fevereiro e cuja safra estende-se até 30 de maio.

Ao contrário de anos anteriores, a expectativa para 2021 é de uma boa safra para os milhares de pescadores do município e também de cidades como São José do Norte e Pelotas.

O camarão movimenta bastante a economia da cidade. Quando a safra é boa se constata um movimento maior no Mercado e também no comércio local. Além de colocar contas em dia o pescador aproveita para fazer compras e até mesmo formar algum estoque como prevenção para as épocas ruins. Cabe salientar, ainda, que o camarão pescado no estuário é considerado um dos mais saborosos do mundo.

  • Compartilhar